Olá, pessoal!

Hoje vamos continuar com a série de posts sobre o Power BI.
No anterior, utilizamos um arquivo publicado em um dos sites do governo sobre transparência pública, especificamente sobre aposentadorias concedidas por anos de serviço.

Não entramos muito no detalhe de personalização, porque era um post voltado a aprender mais sobre a estrutura da ferramenta e como publicá-lo na web.

No post de hoje, vamos analisar os campos, selecionar apenas os relevantes para as nossas análises e, em seguida, iremos tratá-los para ficarem aptos aos relatórios que iremos criar depois.

Para isso, vamos aproveitar o arquivo anterior, já que continuamos no mesmo assunto. 🙂
Note que na parte inferior do relatório, tem um botão + em Amarelo escuro.

Ele serve para criar um nova aba.

Clique nele.


Vamos utilizar a Página 2 para fazer o nosso novo relatório.

Mas antes, vamos renomeá-lo para Visão Geral.

Para isso, clique com o botão direito do mouse sobre o botão página 2 e selecione a opção “Renomear Página”.


Antes de criarmos os objetos, é fundamental analisarmos e tratarmos os dados que iremos utilizar, assim evitamos redundâncias e sujeiras com as informações disponíveis.

De início, identificamos duas métricas importantes para o relatório: Quantidade e Valor dos benefícios.
Em relação ao valor, temos duas colunas com a mesma informação. A diferença é que uma está agrupando o valor total por Mil. Isso não é interessante, uma vez que temos o valor detalhado disponível.


Por isso, podemos excluir essa coluna do nosso relatório. Clique com o botão direito sobre o campo Vlr Benef Concedidos (Mil R$) e clique em excluir, conforme abaixo.


Agora, como identificamos as métricas, vamos criar medidas com as mesmas. Notem que poderíamos deixar o campo assim mesmo como ele está no relatório, uma vez que o Power BI já entendeu que ele é um campo numérico. Mas, lembrem-se: A ferramenta apresenta melhor desempenho com medidas calculadas.

Para criarmos as medidas, temos duas opções, coforme abaixo:

1 – Clicar com o botão direito no nome da tabela, nesse caso está como CON06, e clicar em Nova Medida;
2 – Selecionar a guia Modelagem e clicar no botão Nova Medida.


Em ambos modelos, irá aparecer a barra de fórmula como está abaixo:


Nesse caso, queremos saber a soma do Qtd e do Valor dos benefícios.
Para isso, temos a estrutura abaixo:


A – O nome da medida.
B – O operador de sinal de igual (=) indica o início da fórmula.
C – A função SUM soma todos os números da coluna [Vlr Benefícios Concedidos (R$)].
D – Os parênteses () são utilizados em expressões que contém um ou mais argumentos. Todas as funções exigem pelo menos um argumento, o qual, por sua vez, transmite um valor para uma função.
E – A tabela referenciada: CON06.
F – A coluna referenciada [Vlr Benefícios Concedidos (R$)] na tabela CON06. Com este argumento, a função SUM sabe em qual coluna deve agregar a soma.

Agora que entendemos a estrutura da fórmula, vamos criar a outra medida de Quantidade.


Como criamos medidas, não precisaremos mais dos campos nos relatórios. Como eles são a base para o cálculo das medidas, iremos somente ocultá-los, conforme abaixo:

Clique com o botão direito no campo e clique em Ocultar. Faça isso para os dois campos abaixo:

  • Vlr Benefícios Concedidos (R$)
  • Qte Benefícios Concedidos


Agora, vamos tipificar os dados para finalmente podermos criar os relatórios.

Na aba Modelagem, na guia Formatação, temos os recursos necessários para tipificarmos os dados. Para isso, basta estar com o campo selecionado, que ele mostra o tipo de dado do mesmo
Todos os campos abaixo podem ser tipificados como texto:

  • Ano
  • Anos de Serviço do Segurado
  • Clientela
  • Espécie
  • Sexo


Já as medidas, serão tipificadas diferente, conforme abaixo:

Quantidade Benefício = Número Inteiro com separador de milhar.


Valor Beneficiário = Número Decimal, com separador de milhar e duas casas decimais.


Seus campos deverão ficar assim:


Agora só falta renomear a tabela para Aposentadoria.
Mesmo procedimento: Botão direito, Renomear:


Agora sim. Já estamos prontos para criarmos o nosso relatório, uma vez que somente as informações importantes estão aparecendo e já foram tratadas.


No próximo post, iremos criar um relatório com essas informações e iremos explorar os visuals nativos do Power BI.

Até a próxima!
[]s.

Meirieli Ribeiro

Power BI – Tratamento de Informações
Classificado como:                    

3 ideias sobre “Power BI – Tratamento de Informações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *