Fala, galera!

Tudo bem?

Sabe aquele momento que você finaliza o seu projeto no pbix e precisa documentar tudo o que foi desenvolvido?

Se você não tem o hábito de documentar os seus desenvolvimentos, sugiro URGENTEMENTE mudar esses hábitos.

Acredite, isso salvará você do inferno! Meu amigo Carlos que o diga!

Vocês não tem noção da treta que a criança pegou.

Então, você olha para aquelas trocentas medidas criadas, aquele monte de coluna calculada, além das colunas já importadas para o modelo.

Não me diga que você, ser de luz, iria copia um por um e colar em um Excel para documentar.

Confesso que eu ia fazer isso com ele, maaaaaaaas, como sou adepta da lei do menor esforço, achei um jeito muitoooo top de obter essas informações.

DAX Studio!

Veja como é topzera essa solução!

Primeiro instale o DAX Studio na sua máquina (Abaixo, um link com as versões mais recentes);

Link Dax Studio

Abra a ferramenta e conecte no seu PBIX, conforme abaixo:

O seu arquivo importará todas as tabelas com as colunas, medidas, colunas calculadas, RLS…. Tudo!

Agora, clique na aba DMV (Dynamic Management Views), logo abaixo das tabelas

Você verá as tabelas de sistema com os metadados das informações do Power BI.

Ao dar um duplo clique sobre a tabela, a mesma criará um select automático na tela.

Ao clicar em Run, a tabela com todas as medidas criada no seu modelo aparecerá.

Você pode exportar isso em um TXT.

Para isso, basta clicar em Output e, em seguida, em File.

Abaixo, uma lista com os principais selects:

  • Measures
    select * from $SYSTEM.MDSCHEMA_MEASURES
  • RLS
    select * from $SYSTEM.TMSCHEMA_TABLE_PERMISSIONS
  • Relacionamentos
    select * from $SYSTEM.TMSCHEMA_RELATIONSHIPS
  • Colunas
    select * from $SYSTEM.TMSCHEMA_COLUMNS
  • Tabelas
    select * from $SYSTEM.TMSCHEMA_TABLES

Mas, e se eu quiser exportar os dados armazenados dentro da tabela?

1 – Clique em Metadata, conforme abaixo;

2 – Digite a função EVALUATE e adicione a tabela dentro dos parênteses. No meu exemplo, usei a D_TEMPO.

EVALUATE(D_TEMPO)

3 – Clique no botão Run.

Os dados da tabela serão mostrados. Se quer exportar, será o mesmo esquema do Output.

Agora, e se quiser exportar somente os dados de uma coluna, vamos ao código:

EVALUATE
VALUES(D_TEMPO[QUARTER])

E é isso pessoal!

Até a próxima!

Meirieli Ribeiro

DAX Studio – Metadados do Power BI
Classificado como:                        

5 ideias sobre “DAX Studio – Metadados do Power BI

  • 30 de novembro de 2018 em 5:54 PM
    Permalink

    Top demais, apos a leitura, percebi que estava na mesma situação que o Carlos rsrs, dica muito valiosa, que vou começar a praticar.

    Resposta
    • 30 de novembro de 2018 em 8:54 PM
      Permalink

      Olá, Jackson!

      Que ótimo que a dica do post te ajudou! Realmente, isso salva muitas vidas! ashsahsau.

      Agora o Power BI possui mais recursividade para controle de metadados,porém, a ferrementa DAX Studio continua sendo mão na roda. 🙂

      Bons trabalhos com o Power BI!

      Go, go!

      Resposta
  • Pingback:Formatando suas Dax com Dax Formatter – BI – Do Conceito à Prática

  • 22 de maio de 2018 em 2:42 PM
    Permalink

    Artigo preciosíssimo Meireili!!!

    Resposta
    • 22 de maio de 2018 em 4:05 PM
      Permalink

      Olá, Jord!
      Fico feliz que aprecie o assunto.

      Obrigada pela presença e continue acompanhando os nossos posts!

      Grande abraço!
      🙂

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *